terça-feira, 30 de março de 2010


.

Cronograma de visitas do dia 03/04:
.
Grupo Vermelho - AACC
.
Grupo Amarelo - Hospital do Câncer
.
Grupo Azul - Asilo Bom Jesus
.
Grupo Verde - Casa Transitória Irmã Dulce
.
Grupo Branco - Casa de Apoio à Família
.
E como sempre, qualquer dúvida entre em contato com algum dos coordenadores ou com o Girassol mais perto de você!! hehe =D

.

segunda-feira, 29 de março de 2010


"O caráter de um homem é formado pelas pessoas que escolheu para conviver".
Sigmund Freud
.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Um mundo de escolhas...

Existe um provérbio japonês que diz:
“Não preste atenção no que uma pessoa diz, mas sim no que ela faz”.
É tempo de deixarmos os discursos de lado e procurarmos analisar nossos atos,
nossas ações no dia-a-dia.
Pense em sua vida.
Será que você se considera um talento ou um “tá lento?”.
Existem três tipos de pessoas.
São elas:
1. Fazem as coisas acontecerem.
2. Ficam observando o que acontece e
3. Ficam perguntando o que foi que aconteceu.
Qual destes tipos é predominante em você?
Você está fazendo as coisas acontecerem ou está esperando que tudo caia do céu?
Ou pior ainda, que alguém faça por você?
O verdadeiro talento faz acontecer.
A distância entre o saber e o fazer é de um oceano.
Muitos confundem ser competitivo com ser individualista, o que é um grande erro.
A cooperação traz novas e boas experiências para todos e os dois lados acabam sendo beneficiados.
Não entre neste erro que diz:
"Isto não é da minha área, não é da minha conta".
Pergunte para si mesmo:Como posso melhorar?
Vivemos um mundo de escolhas.
Você é o grande responsável por sua vida,
escolhendo as atitudes que vai tomar e elegendo as suas conseqüências.
No meu livro “A arte de saber viver” Editora Gente eu trabalho esta questão dizendo:
"A vida não é uma coincidência, é uma conseqüência".
Essa é uma daquelas verdades que a vida, a melhor professora que existe, ensina.
Não adianta reclamar, é preciso estar ciente que suas decisões e suas ações determinam o seu futuro.
Gilclér Regina

terça-feira, 23 de março de 2010

Dai-me Senhor, a perseverança das ondas do mar, que fazem de cada recuo um ponto de partida para um novo avanço.
Gabriela Mistral

segunda-feira, 22 de março de 2010

A vida não cabe numa fórmula, nem o cuidado numa equação de cálculo.
Para captar esse todo precisa-se de uma leitura sistêmica junto com a razão cordial e compassiva, pois é esta razão que nos move à ação.
Temos que desenvolver urgentemente a capacidade de somar, de interagir, de religar, de repensar, de refazer o que foi desfeito e de inovar.
Esse desafio se dirige a todos os especialistas para que se convençam de que a parte sem o todo não é parte.
Da articulação de todos estes cacos de saber, redesenharemos o painel global da realidade a ser compreendida, amada e cuidada.
Essa totalidade é o conteúdo principal da consciência planetária, esta sim, a era da luz maior que nos liberta da cegueira que nos aflige.
.
*Leonardo Boff é teólogo, filósofo e escritor.

domingo, 21 de março de 2010

Se o amor pudesse gritar...


Letícia Thompson


"Não sei dizer se é a falta do tempo, ou não querer perdê-lo,

que nos leva a buscar coisas prontas

ou pelo menos que nos dêem o menos trabalho possível.

É como se quiséssemos cortar caminho para chegar

ao mesmo ponto que o coração visa.

No nosso relacionamento com outras pessoas temos também

uma certa tendência a, ao invés de construir relações,

querer encontrar coisas feitas, situações prontas

e que nos dêem segurança.

Construir significa ter trabalho, empenhar-se, dar de si e,

por que não, ceder e perder-se um pouco

na busca de um encontro profundo.

Nos lamentamos pelo que não foi construído para nós

e nos esquecemos do nosso poder de reparar,

recuperar e reconstruir.

Se temos um sonho, por que esperar que outros

ponham as escadas no caminho para que subamos às nuvens?

Colocando, nós, cada degrau,

saberemos onde estaremos pisando.

Aquilo que exige de nós tempo e esforço

merecerá uma alegria muito maior no dia da conquista.

Uma das histórias reais e mais bonitas que conheço

é essa dessa filha que foi abandonada pela mãe quando criança.

Ela cresceu com o sonho de ter uma mãe

e já na idade adulta procurou pela mesma,

colocando de lado todos os porquês de tanto abandono,

de tantos anos de dor e solidão.

Ela "decidiu" ter a mãe e tem.

Cuida dela como se fosse a flor mais linda

e preciosa do mundo,

por que ela conhece o que é desejar e não ter

e escolheu não viver a vida lamentando-se pelo tempo perdido.

Constrói álbuns à partir do tempo que recuperou,

vai acumulando lembranças para o dia do amanhã

e saudade sincera para o possível dia da partida.

Penso que abençoada é essa mãe e preciosa é essa filha.

Precioso é esse ser humano.

Nossas razões nos colocam limitações.

Os erros alheios nos parecem imperdoáveis

e punidos somos nós pela rejeição

da construção de uma vida diferente e nova,

os quais seríamos o arquiteto,

pedreiro e feliz proprietário.

Quando deixamos de falar com uma pessoa

porque nosso coração ficou ferido,

vamos colocando a felicidade num passo a frente

e aquele momento de zanga fica perdido.

Se tínhamos dez oportunidades de sermos felizes,

teremos apenas nove porque nosso coração

foi orgulhoso demais e isso falou mais alto.

Toda felicidade não é utopia.

Utopia é pensar que permanecendo na nossa dureza

e guardando nossas razões

estaremos ganhando alguma coisa.

Sonhos não são quimeras,

são desejos que nosso coração pode realizar.

Se o amor pudesse sempre gritar,

se ele pudesse segurar nosso rosto para a direção do sol

e das flores, seríamos mais felizes,

menos sérios, menos graves, mais leves,

mais próximos do céu.

Pessoas perfeitas não existem.

Pessoas que querem dar o melhor de si já são,

para Deus, um pedaço do sonho da perfeição.

Podemos todos ser o sonho de Deus."

.

sábado, 20 de março de 2010


Você não é um ser humano que está passando por uma experiência espiritual. Você é um ser espiritual que está vivenciando uma experiência humana.
Wayne W. Dyer
.
Tem algumas decisões na vida que só você pode tomar.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Cronograma de visitas! ;)


Aquele que toma a criança pela mão, toma a mãe pelo coração.

Provérbio Dinamarquês

.

Cronograma de visitas do dia 20/03:
.
Grupo Vermelho - Casa Transitória Irmã Dulce
.
Grupo Amarelo - Casa de Apoio à Família
.
Grupo Azul - Hospital do Cancer
.
Grupo Verde - Asilo Bom Jesus
.
Grupo Branco - AACC
.
E como sempre, qualquer dúvida entre em contato com algum dos coordenadores ou com o Girassol mais perto de você!! hehe =D

.

terça-feira, 16 de março de 2010


"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor... Lembre-se: se escolher o mundo, ficará sem o amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo!"
Albert Einstein
.



segunda-feira, 15 de março de 2010

"Não é preciso que você tenha todas as virtudes.
Importa que boa parte delas estejam na sua pauta diária,
como metas a serem alcançadas gradativamente.
Não é preciso que você seja perfeito.
Importa que você manifeste generosamente
aquela parcela do seu Ser que já é pura luz e perfeição.
Não é preciso que você seja santo -somos todos pecadores.
Importa o veredicto da sua própria consciência
quando a sós consigo mesmo e o firme propósito
de não incorrer nas mesmas transgressões,
por você reconhecidas.
Não é preciso que você ame seus inimigos.
Importa que suas atitudes de legítima bondade e retidão
desfaçam os liames de ódio
que os mantêm atrelados a sua pessoa.
Não é preciso que você seja um pilar de forças e sabedoria.
Importa compreender que neste mundo somos todos frágeis
e carentes aprendizes,
passando pelas muitas provas que a vida nos oferece a cada dia.
Não é preciso que você seja um vencedor
aos olhos do mundo.
Importa sim a paz advinda daquelas pequenas vitórias diárias
que só você, e tão somente você conhece.
Não é preciso que você seja popular, famoso,
amado ou benquisto.
Importa primeiro que você se ame e se respeite,
pelo sincero reconhecimento
daquela Divina Centelha que habita seu Ser,
de forma singular e inigualável.
Sorria sempre!
Diga "muito obrigado" em todas as situações
e que em seus lábios sempre haja uma palavra de louvor!"
.
Fátima Irene Pinto


domingo, 14 de março de 2010

"Aqueles que sonham de dia são mais experientes em muitas coisas que escapam daqueles que sonham apenas à noite".
Edgard Allan Poe




terça-feira, 9 de março de 2010


"Amarmo-nos é lutar constantemente contra milhares de forças ocultas

que brotam de nós mesmos ou do mundo".
Jean Anouilh

.

segunda-feira, 8 de março de 2010

Bem-dizendo a mulher

Oito de março é dia de festa.
Momento de celebrar as guardiãs da vida que estão na origem da mesma e aninham as promessas de futuro em seu útero fertilizado.
Momento de celebrar as doces guerreiras que empunham diferentes armas, instrumentos bélicos outros e bizarros para lutar lutas eternas e ganhar guerras que parecem perdidas aos olhos de tantos. Momento de cantar aquelas que sabem transformar dor em alegria, fracasso em esperança, deserto em jardim. É tempo de celebrar de novo, e sempre, a mulher, esta obra prima do Criador. Tempo de bem-dizer.
Benditas as mulheres que consolam agonias recolhendo as últimas mensagens de moribundos para suas famílias; elas diminuem por sua presença e suas palavras os sofrimentos do período de espera, às vezes tão longo e tão doloroso que se passa entre o momento da ferida e a chegada das macas; entre a dor lancinante e o momento em que o analgésico começa a fazer efeito; entre o desespero e o momento exato no qual a luz começa a brilhar no fim do túnel.
Benditas as mulheres que persistem na execução de alguns ofícios humanitários no centro mesmo da batalha, no ponto culminante da selvageria. Mulheres que preferem expor seus corpos e se convertem a si mesmas em alvos, santuários e anteparos para a agressão e a violência. Elas constituem um desafio fulgurante a qualquer selvageria escolhida e imposta pelos mais diversos inimigos, sem perguntas ou atenuantes. Em meio à brutalidade da violência, os serviços de paz desempenhados pelas mulheres levam a marca do carinho e são envolvidos por maternal ternura. Sua eficácia talvez não seja muita, mas a eficácia moral de um símbolo independente da quantidade.
Benditas as mulheres que não têm medo. E que dia após dia, vivendo com amorosa coragem e fazendo outros viver, constituem um espetáculo tão novo, tão significativo e carregado de uma significação tão clara que motiva e entusiasma a outros, levantando feridos à beira do caminho e corações destruídos pela depressão.
Benditas as mulheres desarmadas que têm de seu apenas as lágrimas e o sorriso, e a partir daí conseguem mudar o mundo e nele deixar sua marca. Sua presença delicada e forte faz mais impressão sobre a realidade e o gênero humano do que qualquer outra coisa e faz sentir de maneira nova e inesperada até onde pode a criatura de Deus chegar em termos de grandeza moral e criatividade e gênio para resolução dos mais insolúveis problemas.
Benditas as mulheres atentas e afáveis, que com graciosa presteza se debruçam sobre pequenos e frágeis corpos e mentes, abrindo-lhes os primeiros segredos do universo e iluminando os cantos recônditos e sombrios do conhecimento. Mestras carinhosas e pacientes, vão conduzindo sem pressa os neófitos de todos os gêneros e raças pela estrada luminosa da razão e do amor.
Benditas todas as mulheres que bendizem com sua vida o respeito a toda forma de vida. E que arrumam flores de esplendorosa beleza em canteiros e jardins. E dispõem cores e tramas para criar conforto e bem-estar, assim como para recrear os olhos, reencantando o sentir e o admirar.
Benditas as mulheres que usam com alvoroço inquieto e alegre a língua e os lábios que Deus lhes deu. Assim rezam, assim cantam, assim louvam, assim adoram. Assim enchem a casa, o templo e o ouvido alheio com palavras inspiradas e inspiradoras, provocando fé, reverência e admiração ante a grandeza do Mistério. Benditas mulheres que se comunicam e falam. E falando com a boca, deixam falar o coração. E a boca transborda daquilo que o coração está cheio.
Benditas as mulheres cujas mãos ostentam delicadeza e suavidade. Mas ao mesmo tempo força e trabalho. Benditas mãos femininas que acalentam, ninam, trocam fraldas, fazem e dão comida. E ao mesmo tempo escrevem, digitam, apertam botões. Curam, carregam, constroem, plantam.
No Dia Internacional da Mulher é o momento de celebrar tanta bênção que nos chega através e por esta que é criada por Deus como um preito à vida. Esta que sempre esteve, está e estará presente na história como garantia da continuidade da espécie e da esperança no futuro.
Celebremo-las, pois: Clarices e Marias que suportaram a dor de ver os companheiros torturados e mortos pela violência. Márcias e Ana Lúcias que salvam os filhos ao preço e risco da própria vida. Cleydes e Rosas Marias que fazem do luto interminável e da dor sem remédio matéria-prima de luta vital e transformadora para que outros lutos não aconteçam.
No Dia Internacional da Mulher, louvemos a Deus por sua mais bela invenção: a mulher. E agradeçamos àquele que por amor decidiu, na plenitude dos tempos, ser enviado ao mundo, nascido de mulher.
.
Maria Clara Bingemer é autora de "A Argila e o espírito - ensaios sobre ética, mística e poética" (Ed. Garamond), entre outros livros. (
wwwusers.rdc.puc-rio.br/agape)
* teóloga, professora e decana do Centro de Teologia e Ciências Humanas da PUC-Rio

domingo, 7 de março de 2010


Quem não entende um olhar, muito menos entenderá uma longa explicação.
(provérbio árabe)
.




A natureza nos uniu em uma imensa família, e devemos viver nossas vidas unidos, ajudando uns aos outros.

.