domingo, 26 de outubro de 2008

Pequenos gestos

"É curioso observar como a vida nos oferece respostas
aos mais variados questionamentos do cotidiano...
Vejamos:
A mais longa caminhada só é possível passo a passo...
O mais belo livro do mundo foi escrito letra por letra...
Os milênios se sucedem, segundo a segundo...
As mais violentas cachoeiras se formam
de pequenas fontes...
A imponência do pinheiro e a beleza do ipê
começaram ambas na simplicidade das sementes...
Não fosse a gota e não haveria chuvas...
O mais singelo ninho se fez de pequenos gravetos
e a mais bela construção não se teria efetuado
senão a partir do primeiro tijolo...
As imensas dunas se compõem
de minúsculos grãos de areia...
Como já refere o adágio popular, nos menores frascos
se guardam as melhores fragrâncias...
É quase incrível imaginar que apenas sete notas musicais
tenham dado vida à "Ave Maria" de Bach,
e à "Aleluia", de Hendel...
O brilhantismo de Einstein
e a ternura de Tereza de Calcutá
tiveram que estagiar no período fetal
e nem mesmo Jesus, expressão maior de Amor,
dispensou a fragilidade do berço...
Assim também o mundo de paz,
de harmonia e de amor
com que tanto sonhamos só será construído
a partir de pequenos gestos de compreensão,
solidariedade, respeito, ternura, fraternidade,
benevolência, indulgência e perdão, dia a dia...
Ninguém pode mudar o mundo,
mas podemos mudar uma pequena parcela dele:
Esta parcela que chamamos de "Eu".
Não é fácil nem rápido...
Mas vale a pena tentar.
Sorria!"

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Aurora


"Quando o amor é um estado de consciência,
tudo se transforma.
A treva da ausência se torna presença.
A solidão escura e fria se torna alvorada.
E os olhos ganham o brilho do amanhecer.
O espaço se abre na luz de um novo despertar.
Então o coração toca suavemente o Multiverso.
Sem sair do lugar, ele beija o infinito.
A magia do amor transformou sua dor em luz.
O tempo dança à sua frente, como por encanto.
As dores de outrora se foram;
ficou o amor.
Do fundo do abismo brotou a luz.
E o que era apego e prisão, tornou-se estrela.
Quem ama mesmo, não arrasta correntes.
Pois, a luz do amanhecer no brilho do olhar
nada pesa.
E o nascer do sol não faz barulho algum.
A luz é presente do amor. É graça. É vôo sutil.
Quem se permite perder a graça, embaça a visão.
Quando o coração não reconhece o presente,
perde as asas.
Quem dá abrigo à treva, perde o amanhecer nos olhos.
Quem carrega correntes, perde o vôo sutil.
Cada dia é um presente, que, só se sente, vivendo...
Quem ama, compreende e reconhece o presente.
E, vive contente, para voar melhor, com graça.
Seu coração sabe que a luz não pesa nada.
Na aurora do despertar da consciência,
tudo é PRESENÇA.
A magia do amor é pura alquimia interior:
transmuta a velha dor em luz renovada.
E o milagre acontece:
a solidão escura e fria se torna alvorada.
O poeta celta cantou:
Na luz eu me curei.
Na luz eu dancei e cantei.
Na luz eu reconheci o presente.
Na luz em morri e renasci.
Na luz eu limpei o olhar.
Na luz eu vim; nela eu estou; nela eu vou...
Na luz, na luz, na luz... do amor!

Quem compreende, em seu coração, a compreende..."

Sol diferente


Neste dia eu lhe desejo um sol diferente.Que apesar de todas as dificuldades,apesar de algumas tristezas que insistem,que mesmo com essa montanha erguida, o sol possa ser seu presente mais doce.Desejo ao seu coração o querer que ele quer. Que nas palavras que ele sussurra dentro do seu peito, sejam ouvidas aquelas que têm sabor de liberdade.Que você esteja atendo para o sopro da sua vontade real, e jamais desista dos seus passos em direção à verdade.Desejo que sua percepção acorde mais plena no calor de um sol novo e renovador. Que ele lhe encoraje às atitudes que estão querendo respirar. Aquelas que sempre são substituídas, Aquelas que não se arrojam por ter os pesos de conceitos por demais antigos.Desejo que você aceite seu tempo, seja ele qual for. Que sinta serenidade na espera necessária para que a semente plantada brote no tempo certo.Desejo então que sua flor seja inteira, e mesmo que inicialmente pequena e frágil, ela lhe traga as luzes de uma estrada azul.Que sua sabedoria esteja desperta aguardando com tranqüilidade o desabrochar da sua flor. Em paz, em cadência ritmada com o aprendizado que vem chegando. Em mais suaves permissões a você. Em muito mais reconhecimento da sua coragem.Desejo a você um sol diferente.Espalhando seu sorriso pela densidade das nuvens, simplificando o aspecto complicado de alguns momentos e mostrando-lhe a fonte essencial para sua sede.Desejo que a cada instante você desnude mais seu coração e deixe que nele vibre em tom maior: O AMOR .O amor na sua expressão mais simples. Que não mede, não faz contas e que tem o poder de lhe erguer acima de todas as montanhas escuras.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Visão e Ação

"Visão sem ação não passa de um sonho.Ação sem visao e só um passatempo.Visão com ação pode mudar o mundo"
.

domingo, 12 de outubro de 2008

Niver na Casa Transitória Irmã Dulce \o/\o/


"O bem que praticas em qualquer lugar
será teu advogado em toda parte."
.

sábado, 11 de outubro de 2008

Dia do Girassol da Alegria 2008

"Em cada pranto que enxugo,
torno alguém mais feliz!
Em cada ato de fé, eu canto um hino à vida.
Em cada sorriso que espalho,
planto alguma esperança.
Em cada espinho, que finco,
machuco algum coração.
Em cada espinho que arranco,
alguém beijará minha mão.
Em cada rosa que oferto,
os anjos dizem: Amém!
Somos todos, anjos com uma asa só.
E só podemos voar quando
"abraçados uns aos outros".