quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

A prece que Deus escuta



"Tu tens o dom de permitir que eu chore ou ria...
E quando eu rio e choro no mesmo momento,
A dor se torna o mais frágil sentimento
Que se dissolve em paz, em fé, em alegria.



Há, nessa espécie de êxtase e fantasia,
A harmonia entre o que se vai chorando
Com o que se ri... ou se sorri... se misturando...
Em cada tom da mais feliz fisionomia...



Tua emoção, como um perfume,me entorpece
De uma alegria tão sublime e eficaz,
Que quando o pranto surge, ele agradece



Ao meu sorriso algumas vezes tão... fugaz,
Mas que ao nascer sobre o meu pranto, é uma prece
Que, com certeza, Deus escuta muito mais."
.

Nenhum comentário: